Ir para o conteúdo
café
preto
acordando
para a luta
ou

Rio dos Macacos

Confira as fotos da visita do Café Preto ao quilombo!

 Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

#HOMOFOBIA: Lésbicas, gays e trans quando morrem, não viram purpurina, é chacina!

13 de Junho de 2016, 1:00 , por anarcksattack - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 60 vezes

 

Homofobia

 

Às vezes, quando cinquenta pessoas são assassinadas - de uma só vez - com a justificativa do ódio à diversidade afetiva e sexual, o banheiro da boate parece ser o lugar mais seguro para se esconder das violências cotidianas, do ódio que espanca, empala e castra, da expulsão dos lares, das escolas, dos empregos e das famílias.  Somos pais, mães, filhos, filhas, irmãos, companheiros e companheiras; somos pessoas que existimos fora da TV e dos vídeos aparentemente engraçados na internet. Existimos nos metrôs, nos ônibus, nos carros, nas bicicletas, nos barcos, nas canoas, nos aviões, nos ventres das mães, nos álbuns de família, nos lares, nos trabalhos e nas festas.

Porém, a grande verdade, convenhamos, é que muitas vezes existimos fud(g)idos nos metrôs, nos ônibus e em todos esses lugares e uma agressão sem tamanho como a que aconteceu nos Estados Unidos deve nos fazer pensar que o lugar lugar das lésbicas, dos gays, dos e das trans é ao lado das mulheres e dos negros: nessas mesmas ruas e rios lutando por uma vida de respeito e direitos!

Lésbicas, gays, trans, mulheres e negros, quando morrem, vira luta!

Nós-por-nós! Não esqueceremos nenhuma chacina, do Cabula a Orlando... 

 

*Texto enviado por um leitor do Café Preto, diretamente do Pará.


0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.