Ir para o conteúdo
café
preto
acordando
para a luta
ou

Rio dos Macacos

Confira as fotos da visita do Café Preto ao quilombo!

 Voltar a Notícias
Tela cheia Sugerir um artigo

Denúncia

15 de Junho de 2017, 22:49 , por anarcksattack - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 65 vezes
O QUE É:
Na Praça Marechal Deodoro e na região da Sete Portas existia um container cada que funcionava todos os dias de um projeto chamado Ponto de Cidadania voltando seus atendimentos à parcela da população que vive nas ruas destas localidades.

Atendimentos psicológicos, acompanhamento em postos de saúde, SAC, cartórios, bem como oportunidade de trocarem de roupa, tomarem um banho, jogarem um dominó, e nas sextas feiras com atividades voltadas às crianças e jovens eram algumas das coisas que aconteciam ali.

A ideia era sempre empoderar, trazer para dentro da nossa sociedade essas pessoas que ja são tão marginalizadas. Algo que na vida delas era um grande diferencial.

O QUE ACONTECEU:
Para um projeto que já sobrevivia com dificuldades, recentemente houve um corte no financiamento do Governo Federal (Fundo Nacional Anti-Drogas) o que vai inviabilizar a continuidade desse projeto.

Política semelhante ao que temos visto acontecer em SP.
 
O QUE ESTÁ SENDO FEITO:
Está sendo buscada a Defensoria Pública, além de estarmos tentando chamar o máximo de atenção para o projeto. Já que o governo só se preocupa com a sua própria imagem e só assim para alguem enxergar essas pessoas. Dentre estas atividades, está tendo uma petição no AVAAZ para que a carta feita pelo pessoal do ponto chegue ao Rui Costa, pois o projeto é gerido pelo estado.

Tentei dar o máximo de informação contextualizando tudo. Segue link com carta aberta ao governador onde vocês podem obter ainda mais informações sobre o projeto e a situação. Uma simples publicação no facebook com o link pra petição ajuda muito.

https://secure.avaaz.org/po/petition/Populacao_CARTA_ABERTA_CONTRA_O_FECHAMENTO_DO_PONTO_DE_CIDADANIA/share/?new
 
*Texto enviado por leitor ao Café Preto.

0sem comentários ainda

Enviar um comentário

Os campos são obrigatórios.

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.